Bovinos

5 de fevereiro de 2016


A carne bovina é a mais apreciada entre os brasileiros, seja para um churrasco ou consumo no dia a dia. O conceito de carne “de primeira” e “de segunda”, embora ainda utilizado por alguns, já não reflete a qualidade dos cortes apenas diferencia a quantidade de colágeno existente em cada uma, e todos os cortes preparados da maneira adequada rendem pratos saborosos.

A carne vermelha é rica em nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do organismo humano e o seu desenvolvimento. É o alimento que concentra a maior quantidade de ferro, sendo assim um bom combatente à anemia, é também fonte de proteínas, que são importantíssimas para o desenvolvimento dos músculos, órgãos e tecidos, e contém zinco, um mineral que contribui para o bom funcionamento do metabolismo de proteínas, carboidratos, lipídeos e ácidos nucleicos.

O diferencial da carne bovina com relação aos alimentos quando o assunto são vitaminas, é pelo fato desta possuir grande quantidade de vitaminas do complexo B, em especial a vitamina B12. A falta de vitamina B12 no organismo pode causar anemia e mudanças no sistema nervoso, que se não cuidadas podem se tornar graves. Além disso, a carne vermelha também auxilia no desenvolvimento e na recuperação muscular, por conter muitas proteínas portadoras de aminoácidos essenciais, sendo muito recomendado o seu consumo por atletas. Nutricionalmente, a carne vermelha é indispensável.